terça-feira, 13 de dezembro de 2011

HIPOTIREOIDISMO - SINTOMAS E SINAIS


            O Hipotireoidismo (hipofunção tireoidiana) é uma patologia de início, na maioria das vezes, lento e insidioso. Um grande número de pessoas pode sofrer de Hipotireoidismo durante vários anos antes que seja feito o diagnóstico dessa doença pois sintomas  como constipação, intolerância a frio, queda de energia, ganho progressivo de peso e queda de cabelos podem ser discretos e passar desapercebidos por um longo período de tempo.

            Os hormônios tireoidianos são essenciais para o bom funcionamento do metabolismo orgânico intracelular e sua disfunção pode atingir o equilíbrio de outros hormônios, como Cortisol, Estradiol, Testosterona, etc. Assim, a hipofunção tireoidiana pode se manifestar através de uma sintomatologia bem diversificada. Segue abaixo uma relação de sintomas que podem estar relacionados com o Hipotireoidismo. Se você apresenta mais de 5 ou 6 dos sintomas listados a seguir, convém procurar seu médico e realizar alguns exames específicos para confirmar ou afastar essa hipótese diagnóstica.
     Leia com atenção a relação de sintomas abaixo e marque com um X aqueles que você apresenta:

(   ) Obesidade, sobrepeso ou dificuldade de perder peso
(   ) Hipotensão
(   ) Hipotermia
(   ) Intolerância ao frio
(   ) Hiporreflexia
(   ) Lentidão de movimentos
(   ) Letargia
(   ) Incapacidade de concentração
(   ) Depressão
(   ) Agitação
(   ) Fadiga matinal
(   ) Constipação
(   ) Cefaléia
(   ) Enxaquecas
(   ) Pele ressecada, rugosa
(   ) Queda de cabelos na área anterior e posterior da cabeça
(   ) Cabelos ressecados e esparsos
(   ) Perda de pelos em pernas, axilas e braços
(   ) Voz arrastada
(   ) Voz grossa
(   ) Ansiedade
(   ) Insônia
(   ) Pânico
(   ) Síndrome do túnel do carpo
(   ) Parestesias (dormências, formigamentos)
(   ) Unhas quebradiças, espessadas, estriadas
(   ) Irregularidades menstruais
(   ) Retenção hídrica, edema em pés, pernas, mãos e abdome
       (mixedema)
(   ) Má circulação
(   ) Livor (vasoconstrição irregular da pele, com aspecto
       “mosqueado”)
(   ) Extremidades frias
(   ) Hematomas espontâneos
(   ) Queratose em cotovelos (pele espessa e escamosa)
(   ) Mialgias e artralgias (dores musculares e articulares)
(   ) Fraqueza muscular
(   ) Câimbras
(   ) Bradicardia (frequência cardíaca lenta)
(   ) Rigidez articular matinal
(   ) Face edemaciada (“gordinha”)
(   ) Edema de pálpebras, queda da pálpebra, blefaroespasmo
(   ) Perda do 1/3 lateral das sobrancelhas
(   ) Afinamento e perda dos cílios
(   ) Baixa libido
(   ) Coloração amarelada da pele
(   ) Apnéia do sono
(   ) Endometriose
(   ) Infertilidade
(   ) TPM
(   ) Doença fibrocística das mamas
(   ) Cólicas menstruais
(   ) Abortos recorrentes
(   ) Menorragia
(   ) Hipercolesterolemia
(   ) Hiperinsulinemia
(   ) Hipoglicemia
(   ) Comissura labial virada para baixo
(   ) Acne
(   ) Alergias, tendência a desenvolver alergias
(   ) Acúmulo de gordura sobre as clavículas
(   ) Ressecamento, prurido e descamação do canal auditivo
(   ) Excesso de formação de cerúmen no canal auditivo
(   ) Tinitus (sons estranhos no ouvido)
(   ) Vertigem (as coisas saem de foco)
(   ) Tontura
(   ) Anemia por deficiência de ferro
(   ) Deficiência de B 12
(   ) Baixa amplitude das ondas teta e delta no EEG
(   ) Desordem bipolar, psicose esquizóide ou afetiva
(   ) Doenças Cardiovasculares, Infarto Agudo do Miocárdio,
       Arritmias, Hipertensão Arterial Sistêmica, AVC
(   ) Risco aumentado de desenvolver asma
(   ) Elevação discreta das enzimas hepáticas
(   ) Cálculos biliares
(   ) Infecções renais e vesicais (bexiga)
(   ) Apetite aumentado, desordens alimentares
(   ) Deposição de mucina no tecido conjuntivo (edema endurecido)
(   ) Noctúria (urina sempre e muito à noite)
(   ) Disfunção erétil
(   ) Alterações da estrutura óssea (osteopenia, osteoporose)
(   ) Ausência de sudorese

Nenhum comentário:

Postar um comentário